3 hábitos para desenvolver a Autoliderança

78% dos brasileiros acreditam mais nos robôs do que nos líderes, segundo uma pesquisa feita em 2019 pela Oracle, empresa de tecnologia.

Reafirmando esses resultados, você já deve ter vivido inúmeras situações que as pessoas falavam algo, mas agiam de outra maneira. A famosa frase: faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. Essa situação no mercado de trabalho faz, muitas vezes, com que os feedbacks que você dá aos seus liderados não sejam colocados em prática para o desenvolvimento.

É nesse momento que as pessoas enxergam a necessidade de ter a habilidade da Autoliderança. Ser exemplo e servir de inspiração impacta muito mais a sua equipe do que os feedbacks e palavras.

Para te ajudar a desenvolver e melhorar essa habilidade, separamos hábitos que podem ser incorporados no seu dia a dia. Então, bora executar?

1- Autodesenvolvimento interno

Um ponto primordial da autoliderança é conhecer os seus pontos falhos, aqueles que devem ser melhorados. Por isso, escutar feedbacks e ter autocrítica é sempre muito importante. Porém, apenas isso não basta sem a busca pelo desenvolvimento.

Como líder, você deve avaliar os quesitos internos que devem evoluir. Eles são as características da sua personalidade, como comunicação assertiva, motivação  e inteligência emocional.

Para tanto, busque conteúdos na internet e em livros, cursos de desenvolvimento e também mantenha um canal constante para receber feedbacks. É através do último ponto que você terá uma visão externa do resultado de suas ações.

2- Autodesenvolvimento externo

Depois de se avaliar como individuo isolado, é importante entender-se como líder. Isso significa voltar o olhar para a interação e nos pontos de melhoria que impactam nos resultados de sua equipe. Normalmente, esses são pontos mais técnicos.

Gerenciamento de processos, entendimento do modelo de negócio e estratégia são exemplos de pontos de autodesenvolvimento externo. Como se tratam de questões mais tangíveis, é preciso buscar fontes de conhecimento e converte-lo em aprendizado . Cursos, ensinamentos de mentores e até mesmo da própria equipe devem ser praticados para que você consiga fixar e assim realmente se desenvolver.

3- Autogestão

Traçar planos de desenvolvimento não bastam, pois esses devem ser acompanhados de perto e com uma certa frequência. Por isso, a autogestão se faz tão importante. Ela se materializa como a organização dos pensamentos e planos de ação sendo aplicados para gerar resultados.

Seja exemplo para seus colaboradores e tire do papel todas as suas ideias. Através da autogestão você consegue avaliar se o seu desenvolvimento interno e externo estão sendo eficazes. Além disso, se responsabilizar pelas consequências disso.

Não há dúvidas que desenvolver a autoliderança é importante, não é mesmo? Por isso, separamos um bônus pra você começar a colocar em prática tudo o que falamos por aqui! Nesse checklist você poderá aplicar a partir de hoje todos os conceitos do texto para colher os resultados mais rápidos!

  • Entenda quais são seus pontos fracos e fortes se autoavaliando,
  • Peça feedbacks para pessoas próximas sobre seus pontos fracos,
  • Trace ações concretas para desenvolver seus pontos de melhoria;
  • Estipule um cronograma com datas para os planos de ação;
  • Pergunte sobre a avaliação dos seus colaboradores sobre você;
  • Mantenha o autodesenvolvimento constante através da autogestão.

Depois, não se esqueça de contar pra gente como foi! Bora Executar?

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *