Como melhorar minha oratória?

Falar em público é motivo de nervosismo para muitas pessoas. Elas não se sentem bem com a presença de uma plateia e com o fato de serem o centro das atenções naquele momento. Porém, essa situação deve ser avaliada por outra perspectiva!

Essa momento significa um espaço de fala e de contribuição para o desenvolvimento de outras pessoas. Desde uma apresentação de trabalho acadêmico até palestras para grandes públicos, falar em público contribui para o aprendizado e compartilha o conhecimento. Vista por essa perspectiva, essa oportunidade pode ser muito melhor aproveitada.

Para você se sentir mais confiante e conseguir transformar o nervosismo de falar em público em segurança de transmitir informações, separamos 5 boas práticas fundamentais. Então, bora executar?

1. Não crie crenças limitantes

O pensamento tem um impacto muito grande sobre as nossas reações. Por isso, é muito importante que você mantenha a mente otimista. “Não posso ficar nervoso” e “se eu errar” devem ser frases evitadas.

A primeira delas faz com que o cérebro reaja ignorando o não e incorporando o nervosismo. Já a segunda, te faz criar cenas que você não gostaria de viver, causando ainda mais insegurança.

Lembre-se de que é um processo contínuo! Raramente as pessoas têm a certeza que já superaram todas as suas crenças limitantes. Por isso, valorize a sua melhora em relação ao seu eu do passado.

2. Domine o assunto

Durante uma apresentação, saber a fundo o conteúdo é fundamental. Situações como “deu branco” acontecem quando o domínio do conteúdo não é suficiente. Por isso, estude antes e trace uma linha cronológica de fala que faça sentido, isso te ajudará a não esquecer de nada.

Quanto mais se preparar, mais seguro irá se sentir. A adrenalina da fala começa alta nos primeiros momentos, mas depois disso você passa a se sentir mais confiante e confortável com a situação.

3. Treine até se sentir confiante

O cérebro humano tende a aprender mais com repetições. Por isso, vá evoluindo nas formas de treinar. Comece só para você em frente ao espelho. Depois peça amigos e familiares para assistirem à apresentação.

Uma boa sugestão é gravar para que você consiga também avaliar por outra perspectiva. Sempre se pergunte:
– O que devo manter na apresentação?
– O que devo melhorar na minha fala?
– O que não é necessário e devo tirar?

4. Mantenha uma boa postura

A coluna ereta, o queixo levemente para cima e a conexão pelo olhar são pontos importantes para se sentir mais seguro. Analise o ambiente e vá com uma roupa que se adeque a ele, mas que também seja confortável.

Além disso, a postura também trata de como o conteúdo vai ser passado.

Por exemplo: em casos de momentos mais introspectivos é necessária uma condução mais calma. Uma música ao fundo baixa ao fundo, pode ajudar!

5. A plateia aceita erros

Buscar a perfeição muitas vezes leva a maiores falhas. É importante que uma apresentação seja leve e natural. Por isso, não se preocupe com pequenos erros.

A plateia está mais interessada com o quanto vai ser uma boa experiência e o que irão aprender, do que em algumas palavras ditas erradas ou pequenos problemas técnicos, por exemplo.

Por isso, separamos um Do!Cast sobre riscos e como criar coragem e entender a necessidade de mudar, em qualquer âmbito da vida, inclusive ao falar em público!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *