Como trabalhar desempenho dos colaboradores com o assessment

Ferramenta avaliativa para Recursos Humanos

O principal objetivo do setor dos Recursos Humanos é justamente o gerenciamento de pessoas. Se lidar com clientes já é difícil, imagina com os colaboradores que precisam melhorar desempenho enquanto trabalham.

O uso da Assessment tem se tornado cada vez mais conhecido principalmente
no trabalho de desempenho dos membros. É case de sucesso em empresas como a Magalu e Ambev.

Desempenho é toda energia depositada na sua situação atual de trabalho profissional ou particular. Podendo trabalhar 3 níveis de alto desempenho.

Zona de Confiança


O desempenho atrelado ao baixo potencial. Dentro desse projeto ou atuação em que se encontra, você não é uma aposta para o futuro, pouco investimento em capacitações devem ser feitos para você.

É o momento propício para pensar em novos projetos ou novos conteúdos de interesse para se especializar

Zona de Estímulo


O desempenho atrelado a um potencial ainda mediano está associado à estímulos que você oferece à organização.

Você é um ponto de exemplo e influência por desempenhar bem as suas tarefas e ter um potencial de crescimento válido. Seu investimento é visto de forma positiva pelos altos cargos e seu posicionamento é visto como referência para os com baixo desempenho ou potencial

Zona de Potência


São as maiores apostas da organização para o futuro da mesma. As capacitações serão pensadas justamente para vocês, mesmo que toda a organização a pratique.

Os colaboradores mais intensos, são os mais dispostos a encarar riscos e a testar. São a ponte da inovação!!

Seja você responsável por um equipe ou integrante dela. Avalie seu papel com relação ao desempenho.

Para você, diretor e responsável pela equipe, elabore feedbacks aos da Zona de Confiança, reconheça os da Zona de Estímulo e prepare os da Zona de potência.

Para você, colaborador. Saiba dizer onde se encontra, e trace planos particulares, podendo ser você a sugerir essa dinâmica ao seu líder direto.

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *