Como trabalhar motivação dentro e fora do meio corporativo

A busca incessante do "por quê"

Nos últimos tempos um dos males que mais têm influenciado a sociedade, é a ansiedade. Alguns dados nos mostram que a maior causa é a falsa impressão de improdutividade.

Para a atualidade, todo o tempo deve ser investido em algo útil. Seja conhecimento e aprendizado, trabalho, projetos de forma geral. Com isso ocorre um processo de marginalização de tudo aquilo considerado “não útil” seja “maratonar” séries, reuniões sociais, ou mídias sociais.

 

Quando estamos procrastinando de fato, são essas tarefas “não úteis” que no atraem e existe um por quê. A procrastinação está associada a falta de objetivo nas tarefas que você precisa realizar o que influencia diretamente a sua produtividade a um nível micro, ou seja com as tarefas do seu dia a dia.

Se analisarmos o macro, falamos de motivação ao invés de objetivo que influência diretamente a gestão de equipes nesse caso, afinal é uma das 5 habilidades que impulsionam os colaboradores. Habilidades essas que você confere, no nosso Blog.

 

A maior parte das organizações se sustenta diante de um planejamento estratégico e o fato de todos os colaboradores estarem de acordo com a missão, visão e valores daquela empresa. Esse é o motivo em comum que deve ser trabalhado e praticado cotidianamente dentro de uma corporativa, seja em reuniões ou nas mínimas tarefas.

O ideal é utilizar o planejamento estratégico como critério de avaliação para decisões e até processos seletivos.

Como trabalhar:
No ambiente de trabalho existem alguns pontos táticos para praticar a motivação de toda a equipe, uma vez que formada de pessoas heterogêneas entre si, precisamos de estímulos diferentes.

 

VISUAL

A própria sede e sua decoração pode se tornar uma ponto de motivação. Trabalhar por um ambiente confortável que transpareça os ideais da empresa e o seu ramo na riqueza de detalhes, desde as cores das paredes até os seus móveis. Além disso a prática de gestão à vista, onde os resultados ficam abertamente esclarecidos para que todos possam observá-los gera estímulo, seja para alcançar melhores resultados ou de satisfação pelos já obtidos.

 

FORMAL

Para um empresa existem normas, por mais simples que sejam. Pode ser na hora de bater o ponto ou a exigência de um uniforme adequado. Indiferente das pessoas recrutadas, elas devem estar de acordo com essas regras que por si só comprometem a motivação. É preciso ter muito claro o significado dessas normas para que todos estejam de acordo e não só em estado de aceitação.

 

COMPORTAMENTAL

Talvez o estímulo mais subjetivo seja o comportamental quando falamos de motivação empresarial, justamente porque depende exclusivamente do time que a compõe. Por tanto a maneira de se portar ou até mesmo comunicar com todo o time é o que rege como esse comportamento empresarial vai se dar. Seja você líder ou liderado existe uma responsabilidade enorme diante das relações que constrói no seu ambiente de trabalho e como às desenvolve.

 

Posso propor ainda nosso #12 episódio do DO!Cast  Quando o crescimento vai se tornar prioridade.

Recommended Posts