Soft Skills: o que são e quais as mais procuradas no mercado?

Entenda de uma vez por todas quais são as habilidades comportamentais mais valorizadas no mercado de trabalho

Com certeza você já ouviu falar que as organizações contratam pelo currículo e demitem pelas habilidades comportamentais e de relacionamento.

Isso quer dizer que capacidades técnicas são em muitas vezes responsáveis principais pela sua contratação, mas são as suas características comportamentais que vão definir sua trajetória dentro da empresa.

Aproveite para conferir quais os cuidados ao se posicionar no mercado de trabalho

Quando se avalia um currículo, normalmente a primeira etapa dos processos seletivos, você tem insumos sobre os conhecimentos acerca das atividades que o candidato está concorrendo. Essas são as Hard Skills. Por exemplo:

  • Graduação;
  • Cursos extracurriculares;
  • Experiências profissionais.

No entanto, isso não basta. Nas etapas seguintes, como dinâmica e entrevista, serão muito mais avaliados os traços da sua personalidade. Ou seja, suas Soft Skills.

Descubra como se preparar pra dinâmicas em grupos e entrevistas

Essas são fundamentais dentro do mercado de trabalho, principalmente em cargos de liderança. Isso ocorre porque neles a principal função do líder é lidar com outras pessoas, suas emoções, e mais que isso, com o seu próprio comportamento.

Segundo a revista Forbes, as Soft Skills mais requisitadas pelo mercado são:

  • Comunicação eficaz;
  • Pensamento crítico;
  • Resiliência;
  • Empatia;
  • Liderança;
  • Ética no trabalho.

Conheça essas, e outras habilidades que o mercado do futuro espera de você, visitando o E-book do FaçaAgora!

Mas antes de saber como evoluir nessas Soft Skills, é preciso entender como é o processo macro de desenvolvimento pessoal e profissional.


Inteligência Emocional

Ter pensamento crítico e saber reconhecer suas emoções e sentimentos com facilidade é uma grande habilidade. Por meio desse processo, que as pessoas conseguem tomar as melhores decisões e não agir impulsivamente.

Exemplo: na segunda feira, Carla e Márcio estão fazendo um projeto para ser entregue sexta. Desde então, que ela está sobrecarregada, enquanto ele não tem um bom desempenho. Quarta de manhã, Carla se irritou com Márcio, o tratando mal. Nesse mesmo dia, ela voltou para casa e refletiu sobre a situação, ficando mais calma e entendendo seus erros. Com isso, na quinta a tarde, eles conversaram e se entenderam. 

Há, usualmente três níveis de emoção:

  • Quanto tempo ela demora para se manifestar? Essencialmente, 3 dias: segunda, terça e quarta.
  • Em quanto tempo ela se manifesta? Apenas um dia: da manhã de quarta até o fim do dia.
  • Quanto tempo ela demora para se equilibrar novamente? Do fim do dia de quarta até quinta a tarde.

Perceba que não só a quantidade de dias é importante nesta situação, mas também os horários em que isso aconteceu. A manifestação ocorreu durante o dia de trabalho, sem um tempo longo de descanso, diferentemente do tempo de equilíbrio que envolveu uma noite de sono. 

Se conheça para que em situações negativas, consiga reduzir o tempo entre a manifestação da emoção e o equilíbrio.

Aplicação de Feedbacks

Na maioria das vezes, os Feedbacks tratam de questões mais comportamentais do que técnica. Eles são a melhor fonte para você entender quais são seus pontos de melhoria.

Por isso, os escute atentamente, mapeie como você pode melhorar no seu dia a dia, o quanto antes e pergunte aos seus colegas de trabalho se notaram uma evolução.

Potencialize sua maneira de dar FeedBacks

#BoraExecutar
  1. Mapeie como você reagiu em um situação passada nos três níveis de emoção;
  2. Elenque o que você gostaria de ter feito diferente;
  3. Alinhe esses pontos de melhoria aos feedbacks que recebe;
  4. Materialize esses pontos de melhoria em ações do dia a dia.

Recommended Posts