Consultoria do futuro?

Conheça suas aspirações profissionais e plano de carreira.

Como descobrir o que eu realmente quero para minha carreira profissional?

Em algumas fases da vida, a busca por começar a trilhar uma carreira profissional de sucesso muitas vezes traz inúmeras incertezas que acabam dando lugar ao desespero para dar os primeiros passos o quanto antes.

E essa busca incessante pelo sucesso, muitas vezes, colabora para a ansiedade de ser aprovadx em processos seletivos em vista de conquistar logo aquela vaga de trabalho. Fato que acaba por prejudicar a descoberta pessoal daquilo que realmente se deseja alcançar na vida profissional.

Por isso, trouxe algumas dicas para você ter maior clareza sobre suas aspirações e, assim, poder trilhar caminhos que te levem a alcançar seus verdadeiros objetivos.

1. Comece buscando pelo autoconhecimento

 

Nada de clichês por aqui. Já quero começar te informando que se autoconhecer pode parecer simples, mas está longe de ser uma tarefa fácil, na verdade, a ideia é que possamos enxergar como um processo.

Entender seus interesses e ambições profissionais muitas vezes exige uma reflexão profunda que começa internamente, por você mesmo(a).

Busque saber quais são suas principais características, seus pontos fortes e fatores que devem ser desenvolvidos. Envolva também pessoas próximas nesse processo, afinal, a forma como as pessoas nos enxergam geralmente diz muito sobre aspectos que não reparamos em nós mesmos. Pergunte a amigos próximos e familiares sobre as características que mais sobressaem em você.

Compare a sua autoavaliação com a avaliação externa, e assim, tenha uma percepção mais completa e realista acerca de seu perfil e seus interesses.

2. Saiba o que realmente te faz feliz

 

Segundo pesquisa da Exame, 88% das pessoas declaram não possuir nenhuma paixão pelo trabalho que exercem, o que transforma o simples ato de sair de casa para trabalhar em um grande sacrifício.

Tentar distinguir completamente a vida pessoal da profissional é uma verdadeira utopia. O que vivemos em âmbito profissional gera sentimentos, experiências e fatores de motivação que são refletidos na vida pessoal e vice-versa.

Você sabe, de verdade, o que gosta de fazer? Tem clareza sobre os principais fatores que te movem, dia após dia?

Um exercício valioso que quero deixar como plano de ação para você aqui é descobrir seu Ikigai, filosofia japonesa que pode te auxiliar na descoberta de seus interesses e motivações profissionais.

1 – O que você ama fazer?

Como diria Warren Buffett, o que você faria todos os dias se não precisasse ganhar nenhum centavo? Questione-se sobre qual é sua paixão, tente sair do óbvio e pergunte-se “Por quê?”.

Por exemplo, se sua maior paixão é ler, quais são os motivos que te levam a amar a leitura? Daqui você consegue tirar diversas informações importantes: porque você gosta de aprender, de se projetar em situações, em histórias. O foco aqui é sair do superficial!

2 – O que você sabe fazer bem?

Aqui a ideia é não ser tão idealista e buscar seus diferenciais. O que você costuma fazer com muita qualidade? O que os outros valorizam em você? Responda com o máximo de detalhes que puder e busque pessoas próximas para te ajudar a encontrar essas respostas.

3- O que você pode ser pago(a) para fazer?

Considerando todos os pontos anteriores, o objetivo é entender como tudo o que se relaciona a seus interesses e características profissionais podem ser aproveitados para gerar retornos financeiros para você. Não se limite aqui e pense da forma mais evidente até a mais ousada. 

Se você ama ler e desenha muito bem, sua paixão talvez possa ser se envolver no universo da criação. Que tal pensar em trabalhar na área de produção de conteúdo, por exemplo?

3. Aposte na experimentação

Não basta buscar se autoconhecer, entender sobre seu perfil e fatores de direcionamento profissional sem aplicação prática diária. Apostar na experimentação por meio de ambientes e conexões pode ser fundamental para um entendimento ainda mais preciso sobre sua carreira profissional.

Sendo assim, se envolva em projetos, cursos e locais que possam desenvolver suas principais características e que estejam ligados à suas motivações e desejos profissionais.

Além disso, busque formar uma rede de contatos que possa te auxiliar nessa jornada. Seja curioso(a) e se aproxime de eventos e pessoas que estão de alguma forma conectadas ao que você busca, seja pessoas que trabalham em alguma área de interesse, referências no assunto para acompanhar nas redes sociais ou até mesmo aquelas que estão no mesmo processo que você.

Invista em conhecer e compartilhar experiências com diversas pessoas, afinal, futuramente elas podem até te trazer grandes oportunidades!

4. Tenha paciência e foque no processo

Refletir sobre carreira pode ser mais complexo do que imagina. Sua vida profissional é um âmbito que estará sempre presente, independente da fase em que se encontrar daqui para frente.

Recorrentemente você vai ter que reavaliar decisões tomadas, vai ter dúvidas sobre escolher um curso profissionalizante, decidir sobre uma proposta de trabalho, enfim, escolhas sempre serão tomadas. Portanto, tenha paciência pois no fim, a única pessoa que tem possibilidade de responder o que você realmente deseja, é você mesmo(a).

Não existe uma fórmula pronta que te oferece todas as informações acerca do que deseja seguir em sua carreira, então, não mire apenas no resultado esperado, procure viver o processo com toda sua entrega e energia, experimente, e extraia o máximo que puder de cada aprendizado.

se eu fosse você, não deixaria de escutar esse episódio do Do!Cast que traz análises e dicas valiosas de como buscar o lugar certo para construir sua carreira.

Confira também

Se eu fosse você, não deixaria de escutar esse episódio do Do!Cast que traz análises e dicas valiosas de como buscar o lugar certo para construir sua carreira:

Recommended Posts