Descubra truques rápidos para uma rotina mais produtiva

Dicas óbvias, mas nem tanto

produtividade é sobre contexto e hábitos, nunca sobre um objetivo a ser alcançado.

O alarme toca. Você se levanta para iniciar mais um dia, checa suas mensagens e atividades do dia, organiza sua agenda, faz pausas para se alimentar, volta ao trabalho para finalizar as pendências, checa as atividades concluídas, organiza a agenda do dia seguinte, finaliza o dia e mesmo assim sente que não foi tão produtivo quanto gostaria?

Já parou para pensar sobre o óbvio que muitas vezes, pela correria do dia a dia, acabamos nos esquecemos? Talvez o segredo aqui não esteja em como incrementar mais ferramentas e metodologias para potencializar sua performance para dias mais produtivos, mas sim, se lembrar de fatores importantes que parecem óbvios, mas não são.

Então se você quer saber como aumentar sua produtividade no dia a dia, priorizando também pelo seu bem-estar, saúde e entusiasmo, continua por aqui pois separei algumas dicas que vão te ajudar. Bora nessa?

Torne seu ambiente de trabalho agradável

Principalmente em tempos de home office, passamos horas consideráveis de nossos dias em um ambiente que, muitas vezes, não nos importamos em torná-lo agradável ao ponto de não nos despertar vontade em estar ali, afinal, o ‘escritório ‘ de casa é a única opção.

Um ambiente desorganizado, escuro, tedioso ou desconfortável gera sensações psíquicas de afastamento, o que prejudica – e muito – seu rendimento.

Ter um espaço de trabalho bem-organizado, agradável e limpo potencializa sua motivação e bem-estar para estar ali por mais um dia. Inclusive, você pode até aproveitar do ambiente para auxiliar no desenvolvimento de suas atividades, com cores e elementos interessantes que te despertem criatividade e entusiasmo.

Produtividade é sinônimo de qualidade, não quantidade.

Diferente do que muito se ouve, “fazer mais” não é sinônimo de produtividade. Na verdade, aprimorar sua produtividade no trabalho significa “fazer melhor”, ou seja, utilizar seu tempo com maior qualidade para produzir aquilo que necessita.

Mais vale 1 hora de alta produtividade do que longas horas de trabalho com distração e baixo resultado se comparado ao esforço e recursos dispendidos. Portanto, direcione sua total atenção a cada atividade a ser executada para garantir melhor desempenho.

Além disso, tenha cuidado com as distrações. Já se deparou com momentos em que pegou o celular para responder uma mensagem e quando percebeu já tinha se passado tempo considerável e acabou perdendo tempo fazendo outras coisas que não eram ideais para o momento? Hoje, a maioria dos celulares é capaz de nos apresentar a quantidade de horas gastas em cada aplicativo, e acredite, você pode se surpreender ao checar o resultado.

Portanto, durante a execução de suas atividades evite se distrair com o que não agregaria ao seu trabalho. Se possível, desative as notificações, estabeleça pausas ou horários específicos para responder aquelas mensagens pendentes e checar as redes sociais.

.

Invista no autocuidado

Produtividade não está só associada ao tempo, mas também à motivação e engajamento, que por sua vez têm relação direta com a saúde.

A falta de equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal traz consequências claras quanto à saúde física e mental. Assim, principalmente a médio e longo prazo, vão surgindo fortes sinais de estresse e desgaste, que pode reduzir em quase 40% os níveis de produtividade diários.

Busque se desconectar das telas para ter boas noites de sono e procure estabelecer uma alimentação equilibrada. Além disso, não esqueça de reservar um tempo de sua agenda para você, para fazer coisas que goste e te despertem prazer.

Uma boa dica é criar rotinas que te auxiliem a transformar o autocuidado em hábito. Reserve um horário pela manhã para tomar um bom banho e café da manhã ou até mesmo exercitar o corpo com atividade física, assim você já começa seu dia se sentindo com mais energia e bem consigo mesmo(a).

Faça pausas e movimente-se

Às vezes o acúmulo de tempo em frente às telas e numa mesma posição pode ser um grande fator de estresse, falta de foco e cansaço excessivo.

Por isso, busque fazer algumas pausas para se movimentar, alongar o corpo e quem sabe até usar desse tempo para fazer algo que te divirta para voltar ao trabalho com mais energia e entusiasmo.

Você também pode utilizar dessa dica para criar recompensas para você se motivar a produzir. Faça combinados com você mesmo(a), se recompensando a pausar para comer algo que goste, relaxar, ouvir uma boa música ou tocar um instrumento após finalizar alguma atividade importante do dia. Mas atenção às pausas que são importantes serem feitas independente de tarefas concluídas.

Planos de ação:

Comece já a implementar essas dicas para dias mais produtivos

  • Otimize seu espaço de trabalho como for possível;
  • Analise o quanto as distrações do dia a dia têm influenciado na sua performance e busque por obstáculos a elas;
  • Agregue à sua agenda horários para fazer algo que goste e atividades relacionadas à saúde;
  • Transforme essas dicas em hábitos para potencializar seu desempenho

Acesse aqui para saber como mudar hábitos e construir rotinas mais produtivas

O que você pode aprender para crescer

Desenvolvendo novas habilidades para crescer na carreira

Todo aprendizado deve envolvimento e dedicação, mas como definir esse grande desempenho enquanto trabalha?!

Você sabe como estará o mundo daqui 3 anos? E daqui 5 anos? Em um contexto tão acelerado como o atual, é difícil imaginar qualquer tipo de cenário futuro. As mudanças ocorrem de forma muito rápida, consumimos informação a todo momento e o mundo vem se transformando em um sistema cada vez mais integrado.

Hoje, bastam apenas 3 meses para um conhecimento se tornar obsoleto. Segundo Eric Schimidt, o volume de informações produzidos em dois dias equivale a 2003 anos. Novas necessidades surgem a todo instante e a única certeza que se tem é que, mais do que nunca, é preciso se adaptar para acompanhar tamanha complexidade. Mudar já não é mais uma opção, é questão de sobrevivência!

E no mercado não é diferente. Diante de um cenário marcado pela inteligência artificial e forte presença digital, para se manter no mercado diante de novas necessidades e tendências, a atualização da bagagem de aprendizado e de habilidades precisa ser constante. Afinal, as habilidades hoje necessárias a um bom profissional não serão as mesmas daqui 3 ou 5 anos.

E se é para sobreviver, o grande desafio é pensar em como tornar a mudança algo constante. Ou seja, é essencial aprender constantemente, aplicar algo novo e aprimorar o conhecimento! É ele que te faz capaz de desempenhar seu papel com excelência, se destacar no mercado e alcançar níveis de alta performance.

Mas calma, você não precisa começar a entender sobre tudo. Continue essa leitura por aqui e entenda como desenvolver novas habilidades comportamentais.

  1. Tenha clareza de onde quer chegar

Você já ouviu a expressão “Pra quem não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”? Quando falamos sobre carreira, tal princípio se aplica muito bem.

Primeiramente, é importante que você saiba o que deseja alcançar em sua carreira. Você sabe onde deseja estar em um determinado período de tempo? Qual a sua projeção de carreira atual?

Definindo seus objetivos, você terá mais clareza de quais ações devem ser feitas no presente para que eles sejam alcançados e assim, garante que essas ações te tragam os resultados esperados.

É basicamente o mesmo que limpar os óculos quando estão embaçados. Depois de limpos, você consegue enxergar as coisas com riqueza de detalhes. Ao ter noção clara de suas expectativas e desejos, você passa a entender o que é preciso fazer, na prática, para conquistar cada um desses desejos e assim, se aproxima a cada dia de suas metas.

Para isso, saiba o que te faz feliz, quais são as atividades que no dia a dia te trazem satisfação e motivação em realizá-las. Faça também uma ponte imaginária direto ao futuro: como eu desejo estar daqui a determinado tempo?

Como vou me sentir estando assim? Isso me satisfaz? Me motiva a continuar? Experimente fazer esses exercícios mentais para ter clareza de seus objetivos profissionais.

    2. Saiba onde você se encontra

Além de saber onde deseja chegar em sua carreira profissional, é importante saber onde você está. Analise quais são seus pontos fortes, os pontos que ainda não te satisfazem e os que precisam de melhoria.

Elenque quais são as habilidades necessárias hoje para que você consiga desempenhar bem as suas atividades cotidianas e faça uma comparação com as habilidades que você considera que precisaria desenvolver ou aprimorar de acordo com o que você deseja alcançar. O importante aqui é entender onde está a lacuna e assim, traçar planos de ação práticos para estar mais perto de seu objetivo.

Busque realizar esse exercício acerca de suas habilidades e competências constantemente ao longo de sua carreira profissional. Novos contextos vão sempre existir, é preciso então se autoanalisar sempre.

    3. Comece agora

Existem diversas habilidades que tem poder de contribuição para seu desenvolvimento e crescimento de carreira, mas é preciso priorizar para dispor energia e esforço naquelas que são essenciais. A ideia não é aprender sobre tudo e gerar inchaço mental, mas sim, converter aprendizado em resultado.

Ou seja, é preciso focar naquelas que estão ligadas diretamente a seus objetivos e assim garantem maior retorno para você.

Para isso, entrar na sua realidade e buscar já se aproximar, diariamente, do seu objetivo pode ser uma ótima estratégia! Por isso é importante pesquisar e ter referências.

Pesquise sobre tendências futuras de sua área de atuação ou área de interesse, assim você consegue obter insumos sobre as soft skills necessárias à área. Entenda mais sobre a realidade de profissionais que vivem o que você espera alcançar hoje, seja dentro da área, da empresa dos seus sonhos, enfim, busque entender sobre os desafios, problemas e necessidades do dia a dia dessas pessoas.

    4. Torne o aprendizado como um hábito estratégico

Tudo aquilo que você faz constantemente e que te gera algum benefício, seja ele qual for, vira um hábito. Logo, pense na sua carreira de forma estratégica, trace metas e ações para chegar lá. Cuidado com os hábitos, também ruins.

Já que partimos do pressuposto que você precisará se atualizar e desenvolver habilidades constantemente para se manter no mercado, transforme o processo de aprendizado em hábito. Assim você garante constância, melhoria e alto desempenho. Afinal, pense o quanto o mercado pode mudar só no tempo de duração da sua faculdade…

Todo aprendizado se pauta pela busca, prática e repetição. Identificando quais são aquelas habilidades e competências necessárias, atualmente, para que você alcance seus objetivos, o próximo passo é garantir competência nesse processo, que só se dá por meio da constância.

O quanto hoje você tem investido no seu desenvolvimento profissional? O quanto o aprendizado tem espaço na sua agenda diária? Crie oportunidades para focar na execução e aprimorar constantemente.

Construir uma rede de troca e networking, sem dúvida, é um grande passo para você se desenvolver, aplicar na prática e crescer na carreira. Tenha uma rede de pessoas que estão buscando por objetivos simulares, criem desafios entre vocês e troquem conhecimento. Afinal de contas, multiplicar aprendizado pode garantir potencialização ainda maior em seu crescimento de carreira.

Bora executar:


1) Saiba quais são seus objetivos e destrinche em curto e médio prazo;

2) Entenda o que precisa fazer para desenvolver as competências necessárias;

3) Elenque 3 pessoas que apresentam objetivos em comum e crie uma rede de networking inicial;

4) Trace metas e as acompanhe;

5) Ouça o episódio #43 do Do!Cast sobre estratégia de desenvolvimento para sua carreira e #BoraExecutar!