Entenda o que é liderar

Entenda o que é liderar

86% dos executivos apontam a liderança como a principal habilidade para as organizações, de acordo com pesquisas da Deloitte. Obviamente liderança é um tema muito estudado atualmente e isso é devido a grande importância dessa habilidade.

Então o que seria liderar?

De acordo com a definição do Google, liderar é:proceder como ou ter a função de líder.
ocupar a posição de líder.

A definição é bem vaga, mas podemos notar que liderar não é ter pessoas cumprindo suas ordens. (e até o Google sabe disso!) Você deve ter a função de líder. Só é possível liderar quando as pessoas que trabalham com você te colocam nesta posição.

Você se torna um líder quando as pessoas recorrem a você quando precisam de orientação e te consideram um exemplo a ser seguido.

Para masterizar essa habilidade, comece entendendo liderança como superar-se e desafiar outros a fazer o mesmo. É um bom início.

DICAS PRÁTICAS PARA CADA TIPO DE LIDERANÇA

LIDERANÇA SITUACIONAL

Liderança importantíssima para momentos de crise. Essa liderança consiste em se moldar de acordo com o cenário vivido. O grande trunfo dessa liderança é conseguir manter os resultados dos colaboradores constantes independente do que contexto vivido pela organização.

A chave é você entender como cada colaborador é e se adaptar a cada um. Entenda o que faz com que seus colaboradores fiquem mais motivados e também o que abala a performance de cada um.

Adapte sua comunicação de acordo com a condição vivida por cada colaborador. Comunicação assertiva é indispensável neste caso.

Dica prática: Acesse nosso post sobre COMUNICAÇÃO ASSERTIVA e comece a aplicar os ensinamentos contidos nele agora!

LIDERANÇA 4.0

Estamos vivendo a indústria 4.0, logo precisamos de pessoas que saibam liderar neste momento se adequando ao cenário. O foco principal aqui são as pessoas e a sociedade e como elas se relacionam com as mudanças que vivemos.

A liderança 4.0 consiste em estar preparado para lidar com o grande volume de informação com que somos bombardeados o tempo todo, ter rapidez na gestão de conflitos e se comunicar se forma clara e objetiva, sempre entendendo as pessoas e potencializando suas performances.

O foco aqui é que em um mundo complexo como vivemos hoje em dia, o líder 4.0 deve conseguir se adaptar e facilitar as coisas para os colaboradores.

Dica prática: Use o material que nosso time de especialistas desenvolveu para aprender a CONVERTER CONHECIMENTO TEÓRICO EM APRENDIZADO PRÁTICO para conseguir gerir melhor as informações e tomar decisões mais rápido.

LIDERANÇA SERVIDORA

Essa liderança é semelhante a liderança liberal na qual o líder funciona mais como um facilitador do processo e os profissionais têm maior liberdade na execução dos projetos.

O diferencial no caso da liderança servidora é que, como diz Simon Sinek, “O líder come por último”. Você deve fazer as pessoas se sentirem seguras para poderem trabalhar em seu potencial máximo.

O foco do líder é no bem estar do liderado. Liderar não é sobre estar no topo, mas sim sobre colocar as outras pessoas no topo.

Resumindo, se ocorreu algum erro, então a responsabilidade é sua como líder. Se ocorreu algo extraordinário, então dê os créditos ao colaborador responsável e o recompense.

Dica prática: Na próxima reunião, reconheça algum colaborador por um trabalho que fez um trabalho incrível e que você participou. Para aprofundar, se liga nesse TED do Simon Sinek.

LIDERANÇA CARISMÁTICA

O segredo da liderança carismática é acreditar no que você faz e transmitir essa visão aos seus colaboradores.

Para desenvolver uma forte liderança carismática você deve entender o que mais te motiva na empresa, alinhar isso com o que mais motiva as demais pessoas e então focar em comunicar essa paixão em comum que vocês tem.

Lembre-se que deve ser algo genuíno, então você deve estar disposto a passar, se necessário, por momentos difíceis pela ideia que está defendendo e até mesmo a fazer auto-sacrifícios ao longo da jornada.

Dica prática: Após entender as paixões dos seus colegas de trabalho, liste elas e tente montar uma frase que contenha tanto a sua motivação quanto a motivação de um de seus colegas. Faça isso para com mais de um de seus colegas.

Dessa forma você conseguirá enxergar de forma mais clara como pode ser carismático e impulsionar sua performance e a da sua equipe através do trabalho em equipe em torno do que realmente acreditam.

LIDERANÇA ORGANIZACIONAL

Está é uma liderança mais focada na organização como um todo. Para desenvolver uma boa liderança organizacional você deve ser capaz de motivar seus colegas, seus liderados e até mesmo seus superiores.

Você deve saber gerir crises, organizar as atividades da empresa e garantir a cooperação entre todos os membros do seu setor. O Foco aqui é cuidar da parte estratégica da empresa sem esquecer da individualidade de cada colaborador.

Dica prática: Ao longo dessa semana busque notar quais são os objetivos da empresa que mais motivam cada colaborador e o porque disso. Assim você conseguirá distribuir melhor as funções entre cada um e garantir uma boa participação de todos para atingirem as metas.

DICAS BÔNUS (Para Quem Realmente Quer Evoluir!)

Ao longo do seu desenvolvimento como líder, lembre-se sempre: Liderança é baseada em soft skills. O que tem muito a ver com o Conhecimento em T.

Você não se torna o líder simplesmente por conhecer todos os processos do seu setor.
Com certeza um bom líder sabe essas coisas, mas ele também sabe delegar as funções operacionais para focar na parte estratégica.

Foque nesses 11 pontos para ser um líder independente da sua área de atuação:

– Comunicação efetiva,
– Liderança empática;
– Capacidade de pensamento crítico;
– Motivação;
– Flexibilidade em se adaptar aos cenários;
– Administração do tempo;
– Resolução de conflitos;
– Aprender sempre;
– Postura positiva;
– Resiliência;
– Orientação para os resultados.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Você deve ter percebido que é um pré-requisito básico você deve desenvolver sua liderança com inteligência emocional.

O primeiro passo para dominar uma habilidade é entender o que ela é. Você pode fazer isso lendo o livro Inteligência Emocional de Daniel Goleman.

FOCO EM EXECUÇÃO

Em qualquer estilo de liderança é sempre importante saber que sua liderança deve ter foco em resultados reais!

Tenha métricas e veja se realmente está indo na direção certa para atingir o objetivo almejado

Outro ponto importante no desenvolvimento da liderança é ter empatia. Antes de influenciar o comportamento das pessoas, você deve ser alguém de confiança e isso só é possível se você se conectar com ela de verdade.

Primeiro busque entender o que é Empatia Organizacional e como você pode melhorar isso na sua empresa.

Aí vem as perguntas: Qual é a liderança ideal? Qual tipo de liderança é mais importante nas organizações? Qual estilo de liderança é mais eficaz?
A resposta é: Depende da cultura organizacional da sua empresa!

O primeiro passo é entender a cultura organizacional de onde você trabalha para então adaptar seu estilo de liderança ao ambiente.
Lembre-se sempre que liderar é diferente de manipular!

Ufa!! Bastante coisa né!? Liderar não é algo fácil, mas é algo que você pode desenvolver ao longo do tempo através da vivência diária com os seus colaboradores, sempre colocando em prática o conteúdo que aprendeu por aqui.

E aí, com qual perfil de liderança você mais se identifica? Conta pra gente nos comentários e

Um Guia Completo sobre Liderança

Como ser naturalmente um líder mas nunca um chefe

Antes mesmo de posicionamento em cargos, um chefe carrega em seu significado o poder de autoridade, não envolve democracia ou candidatura.
Enquanto que liderança é o seu posicionamento enquanto inspiração e confiança. Não importa o tamanho da sua equipe, ou a hierarquia em seu trabalho, para ser líder nem de uma organização você precisa.

E é sobre isso que o FaçaAgora! vai contar hoje.

 


É muito simples dar um google e ao pesquisar sobre liderança se deparar com essas características:
– visionário
– proativo
– influente
– relacionamento interpessoal
– eficiente
– otimista
– gera resultado
– persuasivo
– trabalha em equipe
– antecipa as oportunidades
– empreendedor
– disciplina
– presta apoio aos colaboradores
– boa comunicação

entre muitas outras…

Aparentemente um líder por essas definições é a personificação da perfeição profissional!!

 

Sabemos que é minimamente impossível ter uma única pessoa com todas essas competências muito bem desenvolvidas.

É aí que está o verdadeiro líder. Ele sabe que não tem todas essas características, mas que todas elas são imprescindíveis para o andamento da organização. Seu papel, por tanto é conhecendo sua equipe, desenvolver todas essas competências em seus colaboradores de forma estratégica e inspiradora.

o QUE REALMENTE VOCÊ PRECISA PARA SER LÍDER:

Provavelmente a única característica realmente necessária para se caracterizar um líder é a inteligência emocional.

É assim que você consegue gerir os colaboradores de forma a motivá-los e compreender da necessidade daquelas atitudes e iniciativas.
Além disso é preciso saber que uma única pessoa não vai ser líder o tempo todo e para todos. É quase como um sapato que calçamos, existe momentos que nem se quisermos vamos inspirar e motivar alguém. Tudo porque a liderança se trata de um estado como qualquer outro sentimento, e não está atrelado a personalidade.


Liderança é estudo e prática atrelado a experiência. Não existe dom, apenas pessoas que já estiveram nessa posição mais vezes.

 

Liderança longe dos altos cargos

Você tem aquele professor que marcou sua jornada durante o colégio e fez parte de boa parte das suas decisões? Um parente da família que serve de inspiração pelo simples fato de ser um bom exemplo pra você, um amigo que tem o poder de dar os conselhos que sempre funcionam?


Nenhum deles precisou estar dentro de uma organização e muito menos em alto cargo para estar em situação de liderança e de influenciar, positiva ou negativamente. O segredo é, eles apenas te conhecem e souberam extrair o melhor em você para as decisões, iniciativas e conselhos.

Os tipos de liderança e como se manifestam

1. Autoritária

Mais comum nas grandes corporações. Não associem a um mal líder, na verdade o líder autoritário ele é movido por resultados e demandas, então consequentemente o seu foco maior são as entregas. Um perfil mais dominante normalmente apropriado para equipes menos heterogêneas e comunicativas. Caso em que poucos têm acesso ao líder, graças ao próprio funcionamento da organização.

Ponto de Atenção: Desmotivação. A equipe pode perder a força de vontade por muitas vezes ser cobrada pelos seus resultados e competências que podem não estar sempre em dia
Indicação de Livro: O príncipe – Maquiavel

 

2. Visionária

Aquele líder que prevê as reações do mercado. Por estar sempre se atualizando e estudando ele consegue antever oportunidades e se manter muito otimista sobre toda a entrega da equipe. Um perfil mais empreendedor, disposto a correr riscos e que sempre busca inovação. Isso o torna muito acessível às novidades de seus colaboradores.

Ponto de Atenção: Ansiedade. Por se antever aos acontecimentos pode gerar na equipe um sofrimento por antecipação, causando ansiedade por parte de alguns colaboradores
Indicação de Livro: Fora de Série (Outliers) – Malcolm Gladwell

 

3. Coach

Seguindo os princípios de coaching ele designa exemplo pelo que é “correto”. Estimula o desempenho e a melhora de resultados pautado na boa comunicação e no discurso assertivo e muitas vezes reflexivo.

Ponto de Atenção: Generalização. Com o alcance do método coach, a intenção de inspiração e exemplo pode passar batido, uma vez que pode perder a identificação.
Indicação: Os 7 hábitos das pessoas mais eficazes – Stephen R. Covey

 

4. Fraternal

Atua sobre o emocional dos colaboradores. Muito forte como a presença de um parente. Normalmente um líder mais carismático e até carinhoso e zeloso. Em momentos de crise exerce papel muito importante, pois mantém a capacidade de unir propósito e pessoas e sua atuação é sempre focada em confiança.

Ponto de Atenção: Invasivo. O cuidado fica na medida que esse zelo e confiança podem se tornar inconvenientes, principalmente para àqueles mais enérgicos e voltados pelo resultado
Indicação de Livro: Os 5 desafios da equipe – Patrick Lencioni

 

5. Democrático

Um líder que encoraja a participação de todos da equipe. Com a escuta ativa muito bem desenvolvida possibilita que todos façam parte das decisões importantes. Preparado para ouvir desde sugestões à criticas, além de valorizar essa participação e contribuição. É o tipo de liderança que gera espaço para uma comunicação interna mais efetiva e que processos não necessariamente precisa passar por ele.

Ponto de Atenção: Autonomia. Esse líder pode ter dificuldade no momento de ser mais impositivo e seguro para exigir algum comportamento e demanda. Pode gerar um desconforto com relação as expectativas, já que alguns precisam saber com clareza qual a sua noção de sucesso e entrega.
Indicação: O monge e o Executivo – James C. Hunter

Importante ressaltar que não existe tipo de liderança certa!! O melhor líder é aquele que sabe transitar entre todos os tipos de acordo com a situação e mais, sabe qual membro da sua equipe pode desempenhar aquele papel que não está podendo atuar no momento.

O que chamamos de Líder Situacional.

E se eu te falar que com mais 7 minutos você pode praticar a liderança cotidianamente. Do!Cast trás temas diversos como esse: